Menu
Atualizado em 26/12/2015 às 16h04

Mulher presa como falsa dentista em Praia Grande era estagiária, diz advogado

Entendendo o caso Maria Ivonete, acusada de ser falsa dentista

Segundo o seu advogado, Dr. Alexandre Mainente, existem duas versões sobre os fatos:

1 - A polícia segue tendenciosa acusação de pessoas que não quiseram se identificar, as quais realizaram as denúncias à PC, MP e CROSP (Existe investigação em andamento pela defesa, por suspeita de que sejam pessoas interessadas em prejudicar a investigada e demais dentistas);
2 - A investigada nega a prática de exercício ilegal da arte dentária e estelionato, pois no tempo que esteve nessa clínica atuou como estagiária e em outro tempo como assistente de dentista; sendo certo que atualmente vem recebendo ameaças de desconhecidos pelas reportagens postadas nos canais de comunicação. A polícia deixou de ouvir pessoas importantes.

A defesa logrou êxito na liberação da investigada Maria Ivonete. Após a lavratura do inquérito policial, foi expedido ofício à Prefeitura de Praia Grande (fiscal sanitário) e ao CROSP.

Os próximos passos:
- O IP (inquérito policial) será encaminhado ao Ministério Público para eventualmente oferecer denúncia formal e, então, dar início à ação penal, podendo inclusive deixar de considerar algum dos delitos ou acrescentar outro que julgue cabível.
- A investigada passa a ser acusada.
- A acusada será citada para apresentar resposta à acusação em 10 dias. Nesse ponto, a defesa se manifestará novamente, refutando os fatos, pois sua cliente é inocente; se sustentará na atipicidade da conduta, isto é, "os fatos não formam figura penal material"; e, finalmente, pleiteará pelos benefícios processuais existentes na lei penal, onde acredita que esse processo não alcançará em hipótese alguma a condenação. 

Outros passos:
Para boa parte das decisões, teremos ainda a possibilidade de interpor diversos recursos, diz o advogado Dr. Alexandre Mainente

Autro/Fonte: Da redação

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS