Menu
Atualizado em 11/01/2017 às 19h20

Princesa busca soluções para enfrentar o Internacional em Manacapuru

Manaus - No próximo dia 8, o Princesa do Solimões terá pela frente o Internacional, pela primeira fase da Copa do Brasil. O local escolhido para acontecer a partida, pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), foi a Arena da Amazônia, em Manaus, porém, a diretoria do Tubarão ainda corre atrás para realizar o duelo no estádio Gilbertão, em Manacapuru (a 68 quilômetros a oeste de Manaus).Com uma nova direção, o Princesa busca soluções para a partida contra o Internacional. Sabendo da dificuldade que terá devido o tamanho do adversário, o presidente Modesto Alexandre tenta mudar o jogo para Manacapuru.“Segundo o administrador, o gramado está sendo ajeitado. A prefeitura ainda está vendo se consegue colocar a iluminação. Os laudos já começaram a ser verificados. Estão ajeitando as salas, vestiários. Daqui uns 10 ou 15 dias vamos definir. O mando de campo é nosso e queremos fritar o Internacional aqui”, disse Modesto.Sobre a possível venda do mando de campo, Modesto afirmou que isso é criação de alguns meios de comunicação. “Tem alguém por trás querendo tirar o jogo daqui. Surgiu a mentira que vamos vender o jogo. Nunca falamos isso. Estamos brigando para que o jogo seja em Manacapuru. O prefeito tem interesse. A administração do Gilbertão está fazendo um levantamento. O que faltam são 12 ou 13 refletores e a iluminação externa. Se o jogo for em Manaus, a responsabilidade não é minha. Se não for, é por falta de estádio”, finalizou.
[ Ler matéria completa ]
Autor/Fonte: New.d24am.com

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS