Menu
Atualizado em 27/05/2018 às 20h20

Protesto de caminhoneiros completa uma semana no Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste de MG

Manifestação causa diversos impactos nas cidades da região. Maior parte das rodovias continua com veículos nos acostamentos. O protesto de caminhoneiros completou uma semana neste domingo (27) nas rodovias do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas. Apesar do decreto do presidente Michel Temer (MDB), que autoriza o uso das Forças Armadas em todo o território nacional para desobstrução das rodovias federais, a paralisação continua em diversos pontos. As cidades que mais tiveram reflexos da paralisação dos caminhoneiros na região foram Uberlândia, Uberaba, Conceição das Alagoas, Araguari, Ituiutaba, Araxá, Patos de Minas e São Gotardo. Segundo o último boletim divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), os protestos em Uberlândia continuam no km 85 da BR-050, nos dois sentidos, e também na região do Bairro Morada Nova. Na mesma rodovia continua a manifestação no km 36, em Araguari. Os protestos seguem também na BR-365, nos kms 758 (Ituiutaba) e 690 (Monte Alegre de Minas) e às margens da BR-153, no km 196, em Frutal. Carretas de distribuidoras de combustíveis de Uberlândia estão impedidas de sair Rodrigo Passos/Arquivo Pessoal Os caminhoneiros que estavam desde o início do movimento na BR-050, nos kms 176 e 179 em Uberaba; e no km 207, em Delta, tiraram os veículos da pista e estacionaram em postos nas proximidades. As manifestações continuam na AMG-2595 nos kms 14 e 24, e na MG-2510 no km 7. No Alto Paranaíba, há manifestação em Patrocínio, no km 472 da BR-365 e também na BR-262, nos kms 631 (Ibiá) e 694 (Araxá). Além das BRs, motoristas ocupam o km 3 da MG-190, na altura de Monte Carmelo. No Noroeste de Minas, a manifestação continua no km 45 da BR-040, em Paracatu, e no km 145, em João Pinheiro. Veículos pesados estão parados no acostamento e não há congestionamento para veículos leves. Militares que saíram de Uberlândia estão Cristalina (GO) MGO Rodovias/Divulgação Apoio do Exército Militares do 36º Batalhão de Infantaria Mecanizado (BIMec), que saíram de Uberlândia para tentar garantir a circulação de veículos durante os protestos dos caminhoneiros, estão em Cristalina (GO), no entroncamento dos trevos da BR-050, que liga Brasília a São Paulo com BR-040, que liga Brasília ao Rio de Janeiro, passando por Belo Horizonte. Os militares estão atuando em localização estratégica com o objetivo de garantir que caso haja algum caminhoneiro parado nas manifestações nas BRs 050 ou 040 e que tenha a intenção de seguir viagem, a passagem será liberada. Abastecimento Em Uberlândia, diversos postos não têm mais combustíveis e outros contam com apenas um tipo, segundo o último levantamento divulgado pela Minaspetro. Neste domingo, no entanto, pelo menos três postos receberam combustíveis e voltaram a vender gasolina, álcool ou diesel. Alguns postos em Uberlândia voltaram a receber e vender combustíveis neste domingo (27) Reprodução/ TV Integração As Centrais de Abastecimento (Ceasa) estão sem produtos hortifrutigranjeiros e produtores rurais tiveram que descartar milhares de litros de leite in natura. Muitos produtos já começaram a faltar nos mercados e outros contam com alta nos preços. Aeroporto O Aeroporto de Uberlândia está entre os dez do país que não têm mais combustível. De acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), ainda assim, a unidade está aberta e em condições de receber pousos e decolagens. O G1 consultou todos os status de voos que chegam e partem de Uberlândia e constatou que todos os voos marcados até 10h40 desta segunda-feira (28) estão previstos para ocorrerem. Apesar da falta de combustível nenhum voo foi cancelado no Aeroporto de Uberlândia Aeroclube de Uberlândia/Divulgação Educação A Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) divulgou, no sábado (26), que as aulas do campus Uberaba e Iturama também estão suspensas na segunda-feira (28), devido ao "cenário incerto frente à normalização dos serviços de transporte público, fornecimento de combustíveis e demais setores afetados", segundo a instituição. A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE-MG) publicou neste domingo um comunicado oficial determinando que as aulas estão suspensas na segunda em todas as escolas da rede estadual. O Centro Universitário do Cerrado Patrocínio (Unicerp) também suspendeu as aulas na segunda e informou que o Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão vai se reunir para aprovar alteração no calendário acadêmico. As atividades administrativas da instituição seguem inalteradas. Em Araxá, a Secretaria Municipal de Educação também suspendeu as aulas no dia 28 em todas as escolas das zonas urbana e rural da cidade, bem como os Cemeis e Emeis. HC-UFTM suspendeu a realização de cirurgias eletivas Edmundo Gomide/Arquivo pessoal Saúde O Hospital de Clínicas da UFTM, em Uberaba, anunciou neste domingo que a realização de cirurgias eletivas está suspensa na unidade. Estão mantidos os atendimentos de urgência e emergência, cirurgias oncológicas e de emergência, exames laboratoriais e radiológicos, bem como as consultas dos ambulatórios Maria da Glória, de Especialidades (da Funepu), de Pediatria e Centro de Reabilitação. Transporte A Secretaria de Trânsito e Transportes de Uberlândia informou que o transporte coletivo segue operando com a frota reduzida, conforme programação divulgada anteriormente. Em Uberaba, os ônibus funcionarão normalmente no horário de pico, das 6h às 8h. Fora deste horário, no entanto, o transporte coletivo vai operar também com menos ônibus.
[ Ler matéria completa ]
Autor/Fonte: Globo.com

Brasil

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS