Menu
Atualizado em 10/08/2018 às 21h20

Paraná, sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Boa noite! Aqui estão as principais notícias para você terminar o dia bem-informado. Um laudo médico, que foi solicitado pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) e anexado ao processo público que investiga a morte da advogada Tatiane Spitzner nesta sexta-feira (10), relata que Luis Felipe Manvailer, marido da jovem e réu na ação penal, disse que "não lembra do que ocorreu". Biólogo muda versão sobre morte de advogada em queda de prédio Na avaliação psiquiátrica, ele disse achar que a mulher pulou da sacada, afirma o laudo. A defesa do marido informou que impugnou a validade do laudo e que seu cliente continua negando que tenha matado Tatiane Spitzner. Perfil dos eleitores paranaenses Esta é a primeira eleição em que transexuais e travestis usarão os nomes sociais para votar. No Paraná, dos 7,9 milhões de eleitores, 304 têm nome social apto para votar, de acordo com o Tribunal Superior Eleitor (TSE). Gisele Alessandra Schmidt e Silva Bebel Ritzmann/OAB-PR O nome social é aquele com o qual a pessoa se identifica. Portanto, o título desses eleitores não tem o nome original que consta no registro civil. Mãe é presa suspeita de maltratar bebê Uma mãe de 19 anos foi presa em flagrante suspeita de maltratar o filho de quatro meses em Paranaguá, no litoral do Paraná, na noite de quinta-feira (9). O bebê chegou a ser levado para o Hospital Regional de Paranaguá, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Segundo a Polícia Civil, na delegacia, a jovem confessou o crime para as autoridades policiais. O laudo oficial sobre a causa da morte do menino deve sair entre 30 e 40 dias. Posto construído em terreno errado Parte da estrutura de um posto de saúde de Palotina, no oeste do Paraná, foi construída em um terreno particular de maneira "equivocada", segundo a administração municipal. Unidade Básica de Saúde teve parte da estrutura construída em um terreno particular em Palotina Divulgação/Prefeitura de Palotina O problema só foi descoberto dois anos após o início da obra, segundo o secretário de administração da cidade, Felipe Zago. A "sequência de equívocos", segundo ele, começou em 2009, quando a obra foi aprovada, e o projeto recebeu alterações. Operação Lava Jato A força-tarefa da Lava Jato do Ministério Público Federal no Paraná (MPF/PR) apresentou nesta sexta denúncia contra os ex-ministros da Fazenda Guido Mantega e Antonio Palocci e outras nove pessoas. Marqueteira reafirma repasses ilegais para campanhas de Dilma e Haddad É a primeira denúncia contra Mantega na Lava Jato em Curitiba. Os denunciados vão responder pelos crimes de corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro. Mônica Moura volta a afirmar que negociou dinheiro para campanha diretamente com Dilma Gilberto Gil depõe a Moro e diz que não viu Lula pedir nem receber vantagens indevidas Curtas e rápidas Sob frio de 6ºC, centenas de pessoas esperam em fila de emprego em Arapongas Catador de latinhas encontra sacola com explosivos próximo a posto em Curitiba Universidade de Curitiba oferece 600 vagas para aulão gratuito sobre redação do Enem Empresa vencedora de licitação vai duplicar trecho da PR-323 por R$ 73,2 milhões Laudo em celular de delator da Operação Quadro Negro aponta encontros com Traiano e Plauto Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.
[ Ler matéria completa ]
Autor/Fonte: Globo.com

Brasil

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS