Menu
Atualizado em 15/08/2018 às 12h00

Rios da região de Campinas vão receber mais água do Sistema Cantareira, diz DAEE

Rio Atibaia está com pedras e bancos de areia visíveis na captação, em Valinhos (SP). Chuvas do início do mês não foram suficientes para manter níveis aceitáveis. O Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) autorizou nesta quarta-feira (15) a liberação de mais água do Sistema Cantareira para a região de Campinas (SP). A medida foi tomada após a queda da vazão dos rios Atibaia e Jaguari nos últimos dias. As chuvas do início do mês não foram suficientes para manter um volume aceitável nos cursos, porque as margens estavam secas e absorveram rapidamente a água. Depois da liberação, o volume extra pode chegar ao Atibaia, em Campinas (SP), em um período entre sete e nove dias. Foram autorizados mais 4 m³/s do Reservatório Atibainha e outros 4 m³/s do Reservatório Cachoeira, segundo o DAEE. De acordo com o Comitê PCJ, o volume ideal na captação é de 10 metros cúbicos por segundo, mas nesta quarta-feira (15) o ponto de captação está abaixo de 8 metros cúbicos por segundo. Com a descarga extra, a vazão sobe para 9 metros cúbicos por segundo. Sem problemas no abastecimento A Sanasa, empresa responsável pelo saneamento de Campinas, informou que o abastecimento está normal na cidade, mesmo com a vazão abaixo do ideal. O Rio Atibaia é o responsável pelo abastecimento de 95% da cidade e nos últimos dias as pedras do fundo do rio, na área de Valinhos (SP), começaram a aparecer por causa da baixa do volume. Três pedidos de água O Comitê PCJ fez ao todo três pedidos de liberação nos últimos dias. O primeiro na sexta-feira (10), o segundo no sábado (11) e o terceiro nesta semana. Os três totalizaram a liberação de vazão de 9 m³/s para as Bacias PCJ, sendo 8m³/s no Atibaia e 1m³/s no Jaguari. Veja mais notícias da região no G1 Campinas
[ Ler matéria completa ]
Autor/Fonte: Globo.com

Brasil

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS