Menu
Atualizado em 18/09/2018 às 19h00

emmy awards 2018: acertando um tanto, errando pra caramba. como sempre

Equipe de 'The marvelous mrs. Maisel' recebe prêmio de melhor série de comédia no Emmy 2018 Mario Anzuoni/Reuters Se tem uma coisa que dá alegria na vida e esperança de dias melhores é ver o Emmy dando uma estatueta (uma não, várias) para a maravilhosa “Maravilhosa Sra. Maisel”, grande vencedora da premiação que mais amamos odiar. Leitores do renomado blog Legendado, cof, já estavam ligados que essa série foi uma das melhores coisas do ano passado – produção da criadora de “Gilmore Girls”, Amy Sherman-Palladino, que nesta segunda-feira (17) levou dois prêmios para a casa, melhor roteiro e melhor direção por essa série. E ainda teve melhor atriz para Rachel Brosnahan, merecidíssimo, e coadjuvante para Alex Bornstein, idem. TEM TODOS OS VENCEDORES DA NOITE AQUI A série é sobre uma dona de casa dos anos 50 que descobre um talento como comediante stand-up. Veloz (sendo de quem é, não dava para querer diferente), esperta, bem escrita pra caramba. Assiste aê que já tem uma segunda temporada a caminho. Do Prime Video, serviço de streaming da Amazon. E que bom que tivemos essa alegria no Emmy Awards. Porque olha. Em pleno 2018 o Emmy dar o prêmio de melhor série de drama para “Game of Thrones”, para essa temporada chulé de “GoT”, em que a série deixou de ser aquela coisa impactante, ousada e virou uma grande série de aventura e ação com ares de novelinha, com os piores clichês do mundo, com diálogos bem ridículos, com dragões viajando na velocidade do whatsapp e o pior plano do mundo para derrotar os White walkers: é de chorar. Claro, era muito otimismo achar que a, hã, Academia ia se dedicar à incrível sexta temporada da incrível “The Americans”, que terminou como uma das grandes séries da década, né. Mas sei lá. Eu sempre tenho fé. Pelo menos rolou um prêmio de melhor ator (leia-se prêmio de consolação, mas muito merecido) para o Matthew Rhys, que teve uma atuação impecável. Ainda teve um de melhor roteiro para eles. Tudo merecido. Thandi Newton ganhou de melhor atriz de drama por “Westworld”, e você não está vendo mas estou revirando meus olhos. Com os prêmios de melhor ator (principal e coadjuvante) de comédia eu fiquei feliz mais pela série mesmo, já que “Barry” foi uma das boas coisas que eu vi este ano. Peter Dinklage ganhando prêmio, ah para. Já deixou de merecer faz tempo. “American Crime Story” do Versace eu não vi e não sei dizer se mereceu tudo o que levou. O prêmio de melhor roteiro para “USS Callister”, episódio de “Black Mirror”, também foi merecido.
[ Ler matéria completa ]
Autor/Fonte: Globo.com

Brasil

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS