Menu
Atualizado em 11/10/2018 às 09h00

Menino de 9 anos é esfaqueado em Suzano enquanto brincava; suspeito do crime é agredido

O suspeito do crime, um ajudante de pedreiro de 56 anos, foi agredido por moradores do Jardim Ikeda e preso. Um menino de 9 anos foi esfaqueado, enquanto brincava em Suzano no final da tarde de quarta-feira (10). O suspeito do crime, um ajudante de pedreiro de 56 anos, foi agredido por moradores do Jardim Ikeda e preso. A criança foi socorrida e liberada do hospital após o atendimento. De acordo com o boletim de ocorrência, policiais militares que atenderam o caso relataram que foram até o pronto- socorro de Palmeiras para onde o menino foi levado. Segundo os policiais, o menino contou que brincava na Rua das Hortências, no Jardim Ikeda, com mais duas crianças. Ele disse que de repente foi atacado pelo suspeito. Os policiais foram para a casa do ajudante, que fica na mesma rua onde o menino foi esfaqueado. Ao chegarem lá encontraram um tumulto na frente do imóvel. Eles souberam que o homem foi agredido depois de esfaquear a criança, mas conseguiu fugir e se esconder em uma casa. Os policiais pediram apoio, mas como ele demorou a chegar algumas pessoas conseguiram entrar no imóvel e agredir o homem. Com a chegada do reforço, os policiais disseram que conseguiram controlar a situação. Eles contaram ainda que um homem que se identificou como parente do suspeito entregou uma lâmina de faca, dizendo que aquela era a arma do crime. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e encaminhou o suspeito para a Santa Casa. O menino foi transferido para o mesmo hospital. Depois que foi liberada , a criança esteve com a mãe na delegacia. Porém, não foi registrado o depoimento do menino que precisou ir embora por conta da demora dos policiais que atenderam a aocorrência e precisaram permanecer na Santa Casa escoltando o suspeito. A mãe da vítima disse que precisava levar o filho para casa por causa dos ferimentos. Ela afirmou que ele foi esfaqueado na costas e no pescoço. O homem ficou preso no hospital, sob escolta. O G1 pediu e aguarda o estado de saúde do ajudante de pedreiro.
[ Ler matéria completa ]
Autor/Fonte: Globo.com

Brasil

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS